domingo, 9 de julho de 2017

Junho foi um mau mês...

Junho trouxe a época de exames. Todos marcados desde Outubro. Preparei-me como pude, como consegui. Achei que ia correr bem.
O primeiro, marcado para 7 de Junho, dia 6 tive um acidente de carro, curioso (ou não), vi-me a ter um acidente dias antes, sabia que aconteceria, não me surpreendi, não me impressionei. Não me magoei felizmente, apenas uma pilha de nervos. Está finalmente resolvido um mês depois. Fui fazer o exame mesmo assim, já saiu o resultado, consegui.
O segundo a 16 de Junho, nessa semana tive uma violenta cólica renal, que me levou às urgências, demasiada água, fui fazer o exame na mesma... aguardo resultado, que não será tão positivo certamente. 
Dia 21 o terceiro, no dia 20 a minha mãe dá uma queda brutal em casa... parte o colo do fêmur, passo a tarde e noite com ela nas urgências, acaba por ficar internada, é operada dia 25 e o meu quarto exame é a 26, dia 28 tem alta, e deve recuperar em casa, dia 30 tenho um exame. 

Junho trouxe um sem numero de dificuldades. A minha mãe, o meu pilar, o meu braço direito, está em convalescença, e eu tento fazer tudo e chegar a todo o lado.  Os planos foram por "agua a baixo".  A vida segue, mas eu cada vez mais acredito que há bruxas que me querem mal. E que nesta altura, estarão vingadas!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

A vida corre tranquila.

Já estamos a meio de Abril.
Já tivemos varicela x 2, este ano. O aniversário dele, adiado por causa disso. Nem uma birra, nem uma reclamação, aquele miúdo é especial.
Ela, despachada e sorridente. Muito carinhosa, dá beijinhos e abracinhos deliciosos.


Nós na mesma... sem alterações, o que nem é bom, nem mau.
Já tentei emagrecer 25687 vezes este ano. Todas falharam...
A faculdade vai correndo, menos mal.







segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Sai 2016! Entra 2017!

E pouca coisa muda...
Estamos juntos, temos saúde.
Eu tenho a habitual vontade de mudar. Mas de resto tudo na mesma...


Que 2017 venha sereno, que seja de paz e de concretizações, que a saúde não nos abandone, que o bom humor, não nos dê tréguas, que sejamos felizes!